ÚLTIMAS NOTíCIAS



SEGURANÇA

Grupo de moradores propõe projeto de segurança para o bairro

15 de outubro de 2020

Após onda de assaltos em 2019, moradores se mobilizam e criam comissões para estudar e viabilizar soluções.

Em 2019 o Panamby sofreu com mais um ciclo de violência que se instalou pelas ruas do bairro. Assaltos praticamente diários atingiram tanto os moradores quanto todos aqueles que se utilizam das suas vias para acessar bairros mais internos. Em meados do ano passado, os moradores entenderam que precisavam se unir para buscar soluções para o problema e o primeiro passo foi a criação de um grupo de comunicação entre os moradores, hoje alojado no aplicativo Telegram. O acesso ao grupo Segurança Panamby e Entorno se dá via convite, que pode ser enviado por um dos participantes aos seus vizinhos.

A situação era tão crítica que a primeira reunião presencial conseguiu adesão de quase 150 pessoas. O grupo trabalha de forma colaborativa com os órgãos públicos e a sociedade civil organizada, e é dividido em três comissões: Comissão Interlocução Poder Público, Comissão Monitoramento e outras iniciativas e Comissão de Segurança Privada.

O número de ocorrências diminuiu em 2020 mas continua assustando. No dia 25 de janeiro passado, por exemplo, houve um arrastão numa das principais ruas do bairro em plena luz do dia, às 15 horas. Desde meados de 2019, o grupo Segurança Panamby e Entorno contabiliza cerca de 50 ocorrências policiais na região.

As reuniões presenciais foram suspensas no período de pandemia, mas o trabalho não. O grupo continuou se reunindo virtualmente, inclusive participando de encontros on line com síndicos e conselheiros de condomínios, para apresentar a proposta da Comissão de Segurança Privada. A Comissão analisou propostas para a implantação de um projeto de segurança para o bairro, abrangendo os principais acessos à região. Vejo no mapa: setor Burle Marx (vermelho), setor Panamby (verde) e setor Fazenda Morumbi (roxo).

A empresa escolhida apresentou uma proposta que mescla o uso de carros e motos, localizados em pontos estratégicos e em circulação, 24 horas por dia (12 homens por turno).

As viaturas estarão em contato direto com a central de monitoramento da empresa e interligadas via rádio com as portarias dos condomínios participantes. Cada morador disporá de acesso ao Arcanjo – aplicativo que permite informar ocorrências, com rastreio imediato da sua geolocalização -, resultando em atendimento ágil, de forma discreta para quem aciona.

O projeto é similar ao implantado no Real Parque há três anos e que vem mostrando sua eficácia, transformando o Real Parque em um bairro mais seguro e revitalizado. O grupo Segurança Panamby e Entorno está apresentando o projeto para mais condomínios, porque quanto mais adesões, mais barato será para todos.

Se você quer que seu condomínio participe desse projeto de segurança, entre em contato com o grupo pelo email csppanamby@gmail.com


FIQUE CONECTADO











luiza@leituraprima.com.br
(11) 2372-3992 e (11) 98486-1117